30 de jun de 2010

Uma empresa de software, nomeada Nokia

Com a liderança de mercado ameaçada pela concorrência surge a renovação de estratégia.

Nos próximos anos, a Nokia pretende mudar o foco de atuação. O objetivo é deixar de ser apenas uma fabricante de telefones móveis para uma empresa especializada em software, informou o líder de marketing da Nokia na Ásia-Pacífico, Will Harris.
"A Nokia vive hoje um momento de transição. Nosso futuro está no mercado de software, e não no de hardware", disse Harris, à Computerworld da Austrália.
 Um dos reflexos da mudança de postura da Nokia está no portfólio da companhia. No primeiro semestre deste ano, a fabricante lançou 22 modelos de celulares, número bem abaixo dos 35 equipamentos anunciados no mesmo período de 2009.
Já na área de software, a empresa prepara uma revisão da popular plataforma com Symbian 3 e, em breve, o Symbian 4. Além disso, está em vias de construir o primeiro equipamento baseado no sistema operacional  MeeGo, baseado em Linux.

A saída para a queda do Market Share da empresa

A renovação de estratégia da companhia surge em um momento no qual sua liderança no mercado de aparelhos celulares tem sido ameaçada pela concorrência. Enquanto as vendas de telefones móveis aumentam, globalmente, de 270 mil para 310 mil por trimestre, as estatísticas da Gartner mostram que a participação da Nokia no setor tem diminuído. No primeiro trimestre de 2010, a fabricante tinha uma participação de 35% das vendas globais de celulares, seguida de perto pela Samsung.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso não possua uma conta google ou hotmail, você pode optar pelo perfil de nome e url (colocando o endereço do seu site/blog ou seu endereço de email, mas sem o @).