24 de jul de 2010


Empreendedorismo social

O empreendedorismo social se refere aos trabalhos realizados pelo empreendedor social, pessoa que reconhece problemas sociais e tenta utilizar ferramentas empreendedoras para resolvê-los. Difere do empreendedorismo tradicional, pois tenta maximizar retornor social ao invés de maximizar o lucro.
De maneira mais ampla, o termo pode se referir a qualquer iniciativa empreendedora feita com o intuito de avançar causas sociais e ambientais. Essa iniciativa pode ser com ou sem fins lucrativos, englobando tanto a criação de um centro de saúde com fins lucrativos em uma aldeia onde não exista nenhuma assistência à saúde, como a distribuição de remedios gratuitos para a população pobre.
Os termos empreendedor social e empreendedorismo social são traduções de termos originários da língua francesa (social entrepreneur e social entrepreneurship), sendo utilizados pela primeira vez em inglês entre as décadas de 60 e 70. Entretanto, o termo foi de fato difundido durante as décadas de 80 e 90 por Bill Drayton, o fundador da Ashoka Empreendedores Sociais, e por Charles Leadbeater, escritor inglês
Embora o termo seja relativamente recente, o empreendedorismo social é uma atividade antiga com vários exemplos ao longo da história. Durante os séculos XIX e XX, os empreendedores sociais mais bem sucedidos promovendo avanços quanto à serviços públicos como saúde e educação junto à sociedade civil, ao governo e ao mundo de negócios.
O empreendedor social visa a maximização do capital social (relações de confiança e respeito) existente para realizar mais iniciativas, programas e ações que permitam para uma comunidade, cidade ou região se desenvolverem de maneira sustentável. Ele faz esses avanços disseminando tecnologias produtivas, aumentando a articulação de grupos produtivos e estimulando a participação da população na esfera política, ampliando o "espaço público" dos cidadãos em situação de exclusão e risco.
Para tanto utiliza técnicas de gestão, inovações produtivas, técnicas de manejo sustentável de recursos naturais e criatividade para fornecer produtos e serviços que possibilitem a melhoria da condição de vida das pessoas envolvidas e beneficiadas, através da ação dos empreendedores sociais externos e internos a comunidade.


Brahma Muda de Embalagem

A Brahma lançou hoje, dia 24/07/10, a sua nova embalagem vermelha. De acordo com informações Portal Exame, além da mudança de cor, a marca também muda o logo – Além das latas, as garrafas também trazem no rótulo a nova logomarca. Desenvolvida pela Narita Design, será utilizado em todo o material de merchandising da cerveja.
Com essa excelente estratégia de branding, a Brahma muda a embalagem da sua cerveja com objetivo de diferenciar a cerveja das demais no PDV, a AMBEV quer com esse  reposicionamento, aproximar ainda mais o consumidor da marca. É a primeira vez na sua história que a marca passa por uma reformulação na sua linha de produção.
Antes da mudança definitiva e com ituíto de fazer seu consumidor acostunar com a idéia, a empresa lançou campanhas bem humoradas, que apresentaram o novo posicionamento “O sabor de sua Brahma agora na cor da Brahma” ao mercado. O comercial “Perguntas”, de 30 segundos, começa com uma série de questionamentos sem respostas: “Por que as mulheres escolhem tanto, se homem é tudo igual?” ou “Por que a conta sempre sobra para quem senta na ponta da mesa?”. Até chegar a dois amigos num supermercado que também se questionam: “Se o caminhão, a embalagem e a geladeira da Brahma são vermelhos, por que a lata da Brahma é branca?”. Neste momento, um terceiro personagem aparece e fala “Muda pra vermelho logo!”. Uma multidão pede junto: “Faz vermelha logo”, e finaliza com a revelação da nova embalagem. “Novas latas vermelhas da Brahma. Porque uma cerveja com sabor tão inconfundível, não poderia ter uma lata da mesma cor das outras .”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso não possua uma conta google ou hotmail, você pode optar pelo perfil de nome e url (colocando o endereço do seu site/blog ou seu endereço de email, mas sem o @).